COMO SURGIU O CIGARRO

Hoje em dia é comum encontrarmos e convivermos com pessoas que fumam. Muitas dessas pessoas alegam que encontram no cigarro uma maneira de relaxar e de sair um pouco da rotina, pois estamos sempre muito atarefados e as vezes nos falta tempo para focarmos em nós mesmo e o resultado disso é que acabamos nos entregando a algum vício e o número de fumantes só cresce a cada dia no Brasil e no mundo. Fora isso, existe também o fato de que muitas pessoas, principalmente os jovens, acham fumar uma prática descolada e interessante e por causa disso acabam entrando nesse vício como forma de se destacar e parecer descolado.

Mas, você sabe de onde vem o cigarro? Se você já chegou a pensar nisso mais ainda não procurou pesquisar sobre ou até mesmo se essa ideia ainda não tinha vindo a sua mente, esse post é é perfeito para você, pois pode te esclarecer essa informação e até mesmo fazer com que caso você seja um fumante, você conheça mais a respeito do seu vício.

Por incrível que pareça o hábito de fumar logo no começo da descoberta do continente americano era uma prática considerada exótica e era muito admirada pelos recém chegados europeus, que muitas vezes ficava intrigado com algo relacionado a cultura dos indígenas que aqui habitavam. Após muitos séculos, os filmes americanos passaram a explorar o cigarro como sendo algo pomposo e super valorizado o que fez com que milhares de pessoas se sentissem atraídas por ele.

De acordo com pesquisas que foram realizadas recentemente a criação do cigarro pode ser atribuída aos nativos americanos, que como já citamos logo acima, tinham esse hábito.  A surpresa maior a respeito dessa pesquisa está no fato de que de acordo com vestígios arqueológicos achados os cigarro e prática de fumar existem a pelo menos oito mil anos. Os astecas seria um tipo de civilização indígena que costumava a fumar em folhas, mas haviam também outras tribos que fumavam utilizando a palha do milho.

Existem até mesmo desenhos antigos aonde é possível observar as pessoas fumando, após alguns séculos desde a descoberta da América os europeus passaram a reinventar as formas de consumir de produzir os tabacos de forma a propagar ainda mais o seu uso. Até hoje quando vemos alguma novela ou série e até mesmo livros que falam sobre épocas passadas é muito comum notarmos a presença do cigarro como quem faz parte da cultura dos cidadãos.

Durante a sua época de colônia o tabaco fez parte da plantação brasileira para a importação pois na Europa o seu uso já havia se tornado bastante popular, principalmente entre os homens, que costumavam a fumar durante conversas em bares e isso acabou virando uma referencia cultural das sociedades mais antigas. Até mesmo no período em que ocorreu a primeira guerra mundial o cigarro foi bastante utilizado, pois os soldados recebiam os cigarros quando estavam dentro das trincheiras de guerra, até mesmo como uma forma de conseguir amenizar o stress causado pela situação a que estavam submetidos.

É muito importante destacarmos aqui para vocês que o hábito de fumar causou grandes prejuízos para a sociedade, pois muitas doenças estão associadas ou são causadas por ele, principalmente quando se trata do coração e dos pulmões que são os principiais órgãos prejudicados pela prática de fumar. Por isso, o Ministério da saúde tem buscado modificar essa imagem positiva que costuma a ser associada com a prática de fumar e assim melhorar a qualidade de vida e a saúde da população como um todo.

Tags , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *